Como evitar o aumento da caspa no inverno

Como evitar o aumento da caspa no inverno

O inverno está aí e além do friozinho, traz com ele os problemas de caspa, principalmente para quem tem cabelos oleosos e não somente eles.

Embora seja considerada doença, está longe de ser contagiosa e não tem nenhuma relação com falta de higiene.
Na medicina, a caspa é conhecida como dermatite seborreica, e consiste em uma descamação em placas no couro cabeludo provocada pelo excesso de sebo – o óleo que recobre os fios dos cabelos – e pela proliferação de um fungo chamado Mbalassezia Globosa.
Especialistas apontam que pessoas com algumas doenças do couro cabeludo, entre elas psoríase, têm maior tendência a desenvolver caspa.

Para disfarçar e esconder o problema, artifícios como gorros e bones são utilizados. Porém essa prática não ajuda no desaparecimento da caspa, muito pelo contrário, prejudica o tratamento e potencializa a escamação.

O couro cabeludo abafado favorece a proliferação de fungos e bactérias, principalmente no inverno, quando o tempo fica mais seco, tomamos banhos mais quentes e aumentamos o intervalo entre a lavagem dos cabelos.

Com o frio, as glândulas sebáceas produzem mais oleosidade para proteger o couro cabeludo das agressões que as baixas temperaturas e os ventos provocam.
Então é regra: Não importa o frio, quem tem caspa tem que lavar os cabelos todos os dias para remover os resí­duos e eliminar células mortas.

Por outro lado, a lavagem dos cabelos diariamente durante os dias frios também pode ser uma vilã no combate à  caspa. Nos dias mais frios, o cabelo demora mais para secar, e dormir ou usar gorro e boné com ele molhado, faz com que o couro fique úmido e abafado, o ambiente perfeito para o desenvolvimento de fungos e bactérias e a proliferação da caspa.

Portanto, após lavar os cabelos, seque-os com secador, usando a temperatura morna ou fria e direcionando o jato de vento para os fios e não para o couro.

Confira mais algumas dicas, que junto com um diagnóstico e acompanhamento de um médico dermatologista, podem ajudar a acabar de vez com a caspa:

1- Use xampus com ativos à base de alcatrão, piritionato de zinco ou sulfato de selênio;
2- Após a lavagem com o xampu anticaspa, enxágue bem o cabelo. Não deixe nenhum resíduo especialmente do condicionador;
3- Lave os cabelos pelo menos três vezes por semana, com água morna ou fria;
4- Durante o banho aproveite para massagear o couro cabeludo com a ponta dos dedos, para ativar a circulação. Mas cuidado: não use as unhas na massagem. Elas podem estimular ainda mais a produção de sebo;
5- Evite prender os cabelos molhados;
6- Quando utilizar condicionador ou leave-in, tome cuidado para aplicá-los apenas do meio às pontas dos fios, evitando a raiz.
7- Não abuse na hora de usar produtos químicos no cabelo. O tempo seco favorece a propensão para irritações;
8- O sol também é um forte aliado no combate à caspa. Aproveite o sol da manhã por 10 minutos, três vezes por semana;
Fique atento:
Quando não tratada a tempo, a caspa pode levar à calvice, tanto em homens como em mulheres.